Highslide for Wordpress Plugin
Artigos › 11/04/2018

56ª Assembleia Geral da CNBB

Entre os dias 11 e 20 de abril de 2018, na cidade de Aparecida, SP, reunir-se-á a 56ª Assembleia Geral da CNBB. Participarão cerca de 270 bispos dos 18 regionais da CNBB, entre os bispos diocesanos, bispos auxiliares, administradores diocesanos e bispos eméritos. Serão tratados diversos assuntos sobre a realidade eclesial, econômico, política e social do Brasil.

O tema principal da Assembleia Geral será o que se refere às “Diretrizes para a formação de Presbíteros da Igreja no Brasil”.

No ano de 2010, durante a 48ª Assembleia Geral da CNBB, foram aprovadas as atuais diretrizes para a formação de presbíteros da Igreja no Brasil que, agora, em virtude da publicação de uma nova “Ratio fundamentalis institutionis sacerdotalis”, por parte da Santa Sé Apostólica, necessitam ser revisadas e adaptadas às exigências de agora.

A Igreja sempre se ocupou da formação de seus futuros sacerdotes e da formação permanente de seu clero. Aos futuros presbíteros e àqueles já ordenados é necessário um acompanhamento no que se refere às quatro dimensões do processo formativo: humana, espiritual, intelectual e pastoral. Os bispos no Brasil estão preocupados em oferecer aos futuros presbíteros uma formação qualificada que possa torna-los homens capazes de exercer a misericórdia, exprimir o amor do bom pastor ao povo, dedicados à evangelização e à formação de comunidades maduras na fé e, acima de tudo, homens apaixonados pelo Reino de Deus que sejam capazes de se doar generosamente no trabalho apostólico.

Outros assuntos deverão ser tratados na Assembleia Geral: primeiro a Assembleia envia, de coração agradecido, uma mensagem para o Bispo de Roma. Outros assuntos como uma análise da conjuntura nacional; como o ano do laicato; como o Sínodo dos Bispos, em Outubro próximo, que tratará dos jovens, cabendo a Assembleia Geral, que é o órgão máximo e soberano da CNBB, eleger os delegados para o Sínodo do Bispos.

O que esperamos dos fiéis e dos presbitérios em suas respectivas dioceses? Que primeiramente rezem por seus bispos reunidos aos pés da Virgem Maria, Rainha e Padroeira do Brasil. Que, em segundo lugar, procurem, em casa, no trabalho ou no transporte, acompanhar, todos os dias, pelas mídias sociais e pelos canais de inspiração católica, a missa diária, às 7:30hs da manhã, diretamente do Santuário Nacional. Destas celebrações, que todos devem participar, pode-se rezar junto com os bispos as laudes e acompanhar o desenvolvimento das atividades da Assembleia Geral, rezando nas intenções de todos os bispos no Brasil. Todos os dias, às 15hs, há uma Coletiva de Imprensa, sempre com a presença de três bispos, e com a mediação do Bispo responsável pela comunicação social, Dom Darci José Niciolli, CSsR. É um momento propício para se atualizar sobre o desenvolvimento dos trabalhos da Assembleia Geral.

Como é uma experiencia positiva a convivência dos bispos com os romeiros que peregrinam no Santuário Nacional. Isso nos possibilita entrar em contato com fiéis de todo o Brasil. Deus seja louvado pelos bonitos testemunhos que recebemos dos peregrinos que chegam em Aparecida, SP.

A oração e a unidade espiritual de todos os fiéis em torno de seus bispos, em Assembleia Geral, fará a diferença neste momento importante de animação para a vida pastoral da Igreja no Brasil.

Por Cardeal Orani João Tempesta – Arcebispo do Rio de Janeiro (RJ)

Imprimir