Highslide for Wordpress Plugin
Notícias › 12/07/2017

Conselho Gestor do Fundo Nacional de Solidariedade aprova 57 projetos

O Conselho Gestor do Fundo Nacional de Solidariedade da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) se encontrou, dia 11 de julho, para dar início à avaliação dos projetos que receberão apoio do fundo em 2017. Neste ano, foram cadastradas 257 propostas até o dia 30 de junho, prazo final de envio estabelecido pelo edital.

O fundo destina-se a apoiar projetos, organizados em todo o Brasil, por grupos e organizações da sociedade civil, sem fins lucrativos, ligados ou não à Igreja Católica, desde que estejam em sintonia com o tema da Campanha da Fraternidade que, em 2017, é “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e observem um conjunto de critérios estabelecidos pelo edital.

Segundo o bispo de Ipameri (GO), dom Guilherme Werlang, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Social Transformadora, os projetos apresentados ao fundo estão muito em conformidade ao tema da Campanha da Fraternidade.

“Tem projetos com a localização onde serão recuperadas nascentes e cabeceiras; outros de reflorestamento com espécies nativas da região”, disse. O perfil das propostas, segundo dom Guilherme, revela que é possível perceber que o Brasil vai tomando consciência da importância de preservar os biomas.

O fundo recebe a candidatura de projetos em três eixos: 1) Formação e capacitação; 2) mobilização para a conquista e efetivação de direitos; 3) superação de vulnerabilidade econômica e geração de renda (projetos produtivos). O valor mínimo para projetos de âmbito comunitário é de R$ 10 mil e o valor máximo apoiado pelo fundo é de R$ 60 mil.

Segundo Franklin Queiroz, coordenador de projetos do Fundo de Solidariedade, as candidaturas aprovadas são analisadas a partir de 19 critérios e princípios orientadores para a elaboração de projetos previstos pelo edital. Do total de 67 projetos avaliados, 57 foram aprovados. Estes receberão R$ 1 milhão e 400 mil do fundo e se comprometem a prestar contas periódicas de sua efetivação e resultados.

O Comitê Gestor se encontrará outras duas vezes este ano (21/09, 27/10) para analisar e aprovar o restante dos projetos. A lista dos aprovados estará disponível no site do fundo, a partir de 12 de julho de 2017, no seguinte endereço: fns.cnbb.org.br.

Membros do Comitê Gestor do Fundo Nacional de Solidariedade da CNBB:

Dom Leornardo Steiner – Secretário-Geral da CNBB
Dom Guilherme Werlang – Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Social Transformadora
Monsenhor Nereudo Freire – Ecônomo da CNBB
Frei Olávio Dotto – Representante das Pastorais Sociais da CNBB
Padre Luiz Fernando da Silva – Secretário Executivo da Campanha da Fraternidade
Padre Agenor Guedes – Representante dos Secretários Executivos Regionais da CNBB
Franklin Ribeiro Quieroz – Coordenador de Projetos Sociais do Fundo
Ana Karoline Duarte – Assistente Social – CNBB
Luiz Claudio Mandela – Diretor executivo da Cáritas Brasileira

Por CNBB

Imprimir